Pular para o conteúdo

Tipos de Importação – Dicas Exclusivas

Antes de começar a importar, é muito importante conhecer os tipos e modalidades de importação, para que seja possível escolher o melhor para a sua empresa e seu negócio.

Isso porque, além de um fornecedor bom, por isso muitas pessoas tem dúvidas se compra no banggoog brasil é confiável, e quem compra no exterior precisa também optar por um tipo de importação que seja regulamentada no nosso país.

Além disso, existem diferentes normas que se aplicam dependendo de quem é que está realizando a operação.

Então, vamos saber um pouco mais sobre esse assunto.

Importação por conta própria

Como o nome sugere, nesse tipo de importação a empresa está adquirindo os produtos do exterior de forma direta. O pagamento deve ser realizado com recursos próprios e o processo de nacionalização do produto também.

Os tributos aplicáveis também são de total responsabilidade de quem está importando.

Depois de nacionalizar a encomenda, o produto pode ser revendido ou utilizado como insumo. Para isso, a empresa precisa de bastante conhecimento na área.

Importação por conta de terceiros

Nesse caso, a empresa é apenas uma intermediária no processo de importação. Ela é chamada trading e faz o processo de importação para outras empresas.

Nesses casos, existem regras específicas, tais como:

  • Comprar a mercadoria com recursos da empresa contratante, que deve pagar a importadora
  • Ambas empresas envolvidas devem ter seus CNPJs informados para na documentação de importação;
  • Quem pagará os tributos é a empesa que demanda a importação e ele deve incluir os serviços prestados, como a intermediação;
  • A empresa compradora é a responsável pelo recolhimento dos devidos impostos.

Importação por conta própria, mas sob encomenda

Nesse caso, a empresa realiza a importação com recursos próprios, porém sob a promessa de revenda desses itens da empresa que encomendou. As regras são:

  • A importadora é a responsável por recolher os impostos e quem encomendou é solidário nos mesmos;
  • O comprador é comparável com a indústria, mesmo sem realização de trabalho industrial em relação aos produtos importados;
  • A empresa que importa deve fazer a operação de importação usando recursos próprios, sendo proibido o uso de recursos do encomendante, mesmo que parciais.

Sendo assim, esse tipo de encomenda também o comprador tem que provar eu há suficiência de recursos para a realização da operação.

Vale lembrar ainda que importar por conta própria é algo que exige um bom conhecimento e preparo, além de especialização da empresa que é a compradora.

Para saber mais sobre os tipos de importação, assista o vídeo abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *